The Cult of the Amateur

O livro do momento é The Cult of the Amateur, de Andrew Keen. Só nesta semana, duas pessoas me chamaram a atenção para o danado. Primeiro a coluna do Caio Tulio Costa, no M&M, depois, o Marcelo Prais, que assistiu Andrew Keen ao vivo em NY. O livro, que tem apenas 2 estrelas na Amazon, é realmente provocador como sugere o sub-título “como a Internet de hoje está matando nossa cultura”. Não resisti e comprei o audiobook. Narrado pelo próprio Keen, as idéias são ainda mais instigantes na voz do próprio autor. De cara Keen afirma que a Web 2.0 é quando a ignorância, se junta ao egocentrismo e ao mau-gosto, tudo isso “on steroids”. Para embasar sua teoria, faz uma referência a T.H. Huxley, o avô de Aldous, o autor de Admirável Mundo Novo. Um biólogo de dois séculos atrás, criador da teoria dos macacos infinitos. Por essa teoria, se fosse possível dar infinitas máquinas de escrever para infinitos macacos, era de se esperar que algum deles produzisse uma obra prima. Ou seja, o livro é mais ou menos a base da campanha do Estadão e os canhões de Keen voltam-se principalmente para os blogs. Não cheguei ao fim do livro, nem sou Oswald de Andrade para arriscar um “não li e não gostei”. Andrew Keen não é um novato no assunto. Foi um dos primeiros a investir em downloads de música, fundador do audiocafe.com, nos primórdios da bolha e exatamente por isso, em certos pontos o livro deixa transparecer uma certa inveja dos modelos que efetivamente vêem dando certo, como YouTube, MySpace e uma infinidade de projetos da bolha 2.0. Mas com um ponto de vista como esse, se transformou instantaneamente em queridinho da velha mídia, e tome críticas favoráveis nos principais jornais impressos do mundo.Mas a verdade é que Keen é convincente e tem um ponto. Vivemos uma era em que qualquer imbecil, como eu por exemplo, pode expressar sua opinião. Bilhões e bilhões de textos e vídeos produzidos por descredenciados. Keen se recente da morte dos especialistas. A informação blogarizada é realmente menos confiável. Mas e daí? Porque confiar nos critérios da velha mídia de massa era mais seguro do que confiar nos novos anônimos ignorantes? Enfim, é assunto para dezenas de coments e leitura recomendada para quem quer defender ou atacar o Admirável Mundo Novo 2.0

Do blog: http://updateordie.com/updates/livros-e-revistas/2007/10/somos-todos-macacos/

1 Comentário»

  Autor wrote @

Olá,
Sobre os audiobooks, tem um lugar muito legal para encontrar audiobook http://www.tempolivro.com.br
Tem vários títulos lá!
Abs,
Rodrigo


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: